Current track

Title

Artist

Current show

Deep House

15:00 18:00

 

Current show

Deep House

15:00 18:00

 

Background

Carlos Manaça

Magna Recordings Radio Show

Scheduled on

Tuesday (1st) 22:00 23:00
Tuesday (2nd) 22:00 23:00
Tuesday (3rd) 22:00 23:00
Tuesday (4th) 22:00 23:00
Tuesday (5th) 22:00 23:00

Magna Recordings Radio Show


Com um trajecto de 30 anos dentro das “cabines”, Carlos Manaça é sem duvida um dos nomes mais destacados da “Dance Scene” Portuguesa. Presença constante nos principais eventos de música electrónica em Portugal desde o seu inicio, Carlos Manaça é sem duvida um dos “pioneiros” e principais embaixadores da música de dança que se faz em Portugal.

Com inicio em 1986 na sua cidade natal, Barreiro (distrito de Setúbal), é a partir de 1992 que a sua carreira como DJ atinge destaque Nacional enquanto residente de dois dos grandes “Clubs” impulsionadores da música electrónica em Portugal, o “CAIS 447” (Matosinhos, perto do Porto, de 1992 a 1995), e o “ROCK’s Club” (Vila Nova de Gaia) entre 1995 e 1996. No “ROCK’s” actuou ao lado de grandes nomes da música electrónica Mundial na sua estreia absoluta em Portugal, como Danny Tenaglia, Armand Van Elden, Laurent Garnier, Jeff Mills, Josh Wink, Dj Sneak, Johnny Vicious, George Morel, Eric Morillo, Underworld (entre muitos outros) actuações que transformam este “Club” numa referencia a nível Nacional e Internacional.

Entre 1997 e 2005 é agenciado pela Agencia / Produtora “X-Club” marcando presença em praticamente todos os grandes eventos de música electrónica produzidos em Portugal. O “X-Club” foi responsável por alguns dos maiores e melhores eventos em Portugal, tendo Carlos Manaça participado em praticamente todos entre 1997 e 2005, com destaque para o NEPTUNOS MUSIC FESTIVAL (realizado em 1997 em Albufeira, Algarve, até hoje o maior evento de música de dança em Portugal) e também para as varias edições do evento “OLÁ LOVE 2 DANCE” realizado no Pavilhão Atlântico em Lisboa.

Como produtor a sua carreira iniciou-se em 1995 com o “duo” O.L.N. (um dos primeiros projectos de “dance music” em Portugal) remisturando “Places of Pleasure” e “Reboot 144”, ambos com edição pela Kaos Records Portugal e mais tarde editados mundialmente pela Tribal América, num EP com o nome O.L.N. – “Oporto Deep Cuts”.

Em 2000 cria a Magna Recordings Portugal editora que rapidamente atinge um lugar de destaque, quer a nível Nacional quer Internacional, com varias edições a atingir os primeiros lugares de vendas e a serem tocadas pelos principais DJs em todo o Mundo. Em 2001 co-produz com Chus & Ceballos o tema “The Strong Rhythm” que atinge também os primeiros lugares do principais “Charts” de 2001 e 2002 e é incluído na compilação “GLOBAL UNDERGROUND 021 – MOSCOW” misturada pelos Deep Dish (Dubfire e Sharam), uma das principais compilações de dança a nível Internacional, entre muitas outras.
Também em 2000, edita pela Universal Music Portugal a sua primeira Compilação chamada “PURE ELEMENTS OF HOUSE” que vendeu mais de 10.000 cópias e foi disco de ouro. Em 2001 é capa da revista de Música “DANCE CLUB” e mistura também o CD dessa edição, com o nome “FRESH FRUIT”.
Em 2005 volta a estar na capa da revista “DANCE CLUB”, desta vez em comemoração dos 5 anos da Magna Recordings, misturando também o CD incluído nessa edição da revista.
Em Janeiro de 2006 mistura a compilação “5 YEARS OF MAGNA RECORDINGS” editada pela própria Magna Recordings, e que foi um êxito de vendas.

Em 2009 o tema Manaca, Chus & Ceballos “The Strong Rhythm” é remisturado pelos Canadianos D-Unity e mantém-se 5 semanas no primeiro lugar do “TOP 10” de vendas da principal loja “online” de música de dança, Beatport.com.

Com estas e outras edições, o seu nome atinge projecção além fronteiras, levando-o a visitar países tão distintos como o Japão (por várias vezes), Polónia, México, USA, Inglaterra, Canadá, Rússia, Croácia, Alemanha, Luxemburgo, Suíça, Bulgária, Brasil, Angola, Moçambique, Áustria, (entre muitos outros) e Espanha, país onde reside desde 2002 depois frequentar um curso de “Audio-Engineering” na conceituada escola Inglesa SAE, em Madrid.

Como produtor 2015 foi o seu melhor ano de sempre, com edições em Editoras tão importantes como SCI+TEC (de Dubfire, dos Deep Dish) Funk’n Deep, Toolroom (com Chus & Ceballos), Orange Recordings, Transmit, Otto Music, Kinetika Records e District Audio.

Em 2016 Carlos Manaça celebrou os seus 30 Anos de Carreira como DJ profissional. Foi sem duvida um dos seus melhores anos de sempre, recebeu vários prémios e participou em alguns dos melhores eventos Nacionais, tais o ROCK IN RIO Lisboa (ao lado de nomes como Carl Cox, Octave One e Dj Vibe) e os “Melhores do Ano da Radio Nova Era” no Pavilhão Rosa Mota (Porto) onde recebeu o Premio Carreira. Recebeu também o prémio “20 Mais de 2015” além de ter ficado em 10º lugar na recente votação “Top 30” ambos portal de música de dança 100%DJ. Além destes prémios recebeu também o prémio ao melhor “DJ Tech” Português nos WAV Awards.